Associação Médica BrasileiraWorld Federation of Associations of Pediatric SurgeonsAsociación Iberoamericana de Cirugía Pediátrica

Congresso de Foz do Iguaçu primou pela qualidade

Mesmo com a crise econômica do país, o evento foi um sucesso em todos os aspectos, inclusive o financeiro.

O XXXV Congresso Brasileiro de Cirurgia Pediátrica, promovido pela CIPE, contou com 485 inscritos. Realizado nas dependências do Centro de Convenções do Bourbon Convention & Spa Resort, em Foz do Iguaçu (PR), entre 5 e 9 de novembro, juntamente com o VI Congresso Brasileiro de Cirurgia Pediátrica Videoassistida e o XXI Congresso Brasileiro de Urologia Pediátrica, o evento acumulou elogios, seja pelas instalações seja pela qualidade da programação científica e social oferecida e dos conferencistas nacionais e estrangeiros participantes. E, mais: a receita cobriu todas as despesas, apesar da crise econômica do país.

Como palestrantes internacionais estavam os Drs. Antoine E. Khoury (Orange/EUA), Daniel G. da Justa (Columbus/EUA), François Becmeur (Strasbourg/França) e Marc A. Levitt (Columbus/EUA) que debateram e discorreram sobre inovações cirúrgicas em seus respectivos campos de atuação.

Também as atividades de formação e atualização, que antecederam o congresso, tiveram grande procura. O Curso de Atualização em Afecções Frequentes, coordenado pelo Dr. Cesar Cavalli Sabbaga, de Curitiba (PR), teve 60 inscritos, enquanto que todas as 31 vagas para o Curso de Acesso Vascular com Ultrassom e de PICC para Cirurgiões Pediátricos, coordenado pelos Drs. Vilani Kremer e Wilson Elias de Oliveira Junior, ambos de Barretos (SP), foram preenchidas.

Além das conferências, mesas redondas, dos debates e da discussão de temas livres, a programação contou com eventos culturais e políticos, como assembleias da CIPE, durante as quais foi indicada a cidade de Belo Horizonte (MG) como sede do congresso brasileiro de 2020, e da Academia Nacional de Cirurgia Pediátrica (Ancipe). Na assembleia da Ancipe, ocorrida no dia 7, foi eleito o novo presidente – Dr. José Raimundo Bahia Sapucaia, da Bahia, que substituiu o Dr. Miguel John Zumaeta Doherty, de Pernambuco – e empossados os acadêmicos Drs. Flavio Linck Pabst (PE), na cadeira de número 3, e Nuncio Vicente de Chiara (SP), na cadeira de número 11, que sucederam, respectivamente, os Drs. Luiz Carvalho de Souza, do Ceará, e João Gilberto Maksoud, de São Paulo.

No Momento Ancipe, o Dr. Murillo Ronald Capella, de Florianópolis (SC), apresentou palestra sobre o tema O que você vai ser quando envelhecer? e também realizou  lançamento de seu livro Pacientes Inesquecíveis.

O ponto alto da programação social foi a festa de confraternização, realizada na noite de 8 de novembro no Rafain Churrascaria Show, onde ocorreu o jantar (por adesão), com direito a show artístico.

Abertura solene

Entre outros ilustres participantes, a mesa da solenidade de abertura do congresso, ocorrida na noite do dia 5, foi integrada pelo presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), Dr. Lincoln Lopes Ferreira. “Muito nos honra participar de um evento tão importante, pois a criança tem peculiaridades específicas para o diagnóstico e para a eleição do tratamento. Promover a constante atualização profissional é um dos maiores bens das sociedades de especialidades”, comentou Lincoln, elogiando a iniciativa e a organização do evento.

O presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Dr. Jorge Sale Darzee, também integrou a mesa, bem como Ademir Ferreira de Souza, diretor regional de Saúde, representando a governadora do Paraná Cida Borghetti, os presidentes do congresso, da Ancipe e da CIPE, respectivamente, Drs. Cesar Cavalli Sabbaga, Miguel Doherty e João Vicente Bassols, e, ainda, o vice-presidente da CIPE, José Roberto de Souza Baratella, e o Dr. Victor Emmanuel Evangelista, conselheiro representante do CRM-PR.

Na cerimônia, a CIPE prestou especial homenagem a Dra. Maria Lygia de Abreu de Souza Baratella, por sua inestimável colaboração; mesmo não sendo cirurgiã pediátrica, voluntariamente, se empenhou na condução de questões administrativas da CIPE e na organização daquele congresso e de anteriores, por vários anos, em todas as gestões em que seu esposo, Dr. Baratella, participou da diretoria da entidade. O tributo foi estendido ao Dr. José Roberto Baratella, por seu trabalho para reestruturar, fortalecer e dar visibilidade à entidade, aos cirurgiões pediátricos brasileiros e à Cirurgia Pediátrica, no Brasil e no exterior, seja como presidente seja como membro da diretoria, em todas as gestões das quais participou. Ambos foram agraciados com placas de homenagem.