Associação Médica Brasileira World Federation of Associations of Pediatric Surgeons Asociación Iberoamericana de Cirugía Pediátrica

Mutirão Nacional 2018 tem nova adesões

Serviços de Brasília, Ponta Grossa, Araçatuba e São Paulo também aderem ao mutirão de Cirurgia Pediátrica que será realizado em 5 de maio.

No dia 22 de janeiro a CIPE começou a convidar os serviços para participar do XII Mutirão Nacional de Cirurgia da Criança, marcado para próximo dia 5 de maio. Em menos de quinze dias sete serviços já manifestaram sua adesão.

Além do Hospital Alcides Carneiro, de Petrópolis (RJ), da Santa Casa de Misericórdia, de Belém (PA), e do Hospital São José, de Criciúma (SC), também o Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais, de Ponta Grossa (PR), o Hospital Universitário de Brasília (DF), a Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba (SP) e o Instituto da Criança do Hospital das Clínicas (FMUSP), de São Paulo (SP), confirmaram sua participação no evento deste ano.

Na edição de 2017 do mutirão, 242 crianças e adolescentes foram operados – sem o relato de intercorrências – nos 14 serviços participantes, de nove estados: Bahia (1), Pará (2), Paraíba (1), Paraná (1), Rio de Janeiro (3), Rio Grande do Sul (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1) e Tocantins (1).

Ao longo dos últimos 11 anos, essa iniciativa anual da CIPE possibilitou a milhares de crianças recuperar sua qualidade de vida com mais rapidez.

Atualmente, em virtude das limitações orçamentárias governamentais, ações como essa, no campo da Saúde, assumem um caráter de excepcional importância, já que em muitas unidades públicas a realização de cirurgias eletivas foi restringida, assim como o número de cirurgiões pediátricos e de leitos.

A CIPE gostaria de sensibilizar os responsáveis por hospitais e clínicas, especialmente os públicos e os que atendem ao SUS, bem como entidades filantrópicas, para a relevância do mutirão e convidá-los a participar da edição 2018.

Notícias anteriores:
» 28/01/18 – Mutirão Nacional 2018 já tem primeiros serviços confirmados