Associação Médica Brasileira World Federation of Associations of Pediatric Surgeons Asociación Iberoamericana de Cirugía Pediátrica

XI Mutirão Nacional de Cirurgia da Criança: resultados parciais

Outros serviços encaminharam informações à CIPE sobre os mutirões locais, realizados no dia 6 de maio. Veja fotos na Galeria e acompanhe a evolução dos números por aqui e pela página da associação no Facebook.

O XI Mutirão Nacional de Cirurgia da Criança, organizado pela Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica (CIPE), que, foi realizado no dia 6 de maio, minimizando o tempo de espera de crianças e adolescentes por cirurgias.

A edição 2017 do mutirão da CIPE teve a adesão de 16 serviços, de nove estados: Bahia (2), Pará (2), Paraíba (1), Paraná (1), Rio de Janeiro (3), Rio Grande do Sul (2), Santa Catarina (2), São Paulo (1) e Tocantins (1).

Infelizmente, imprevistos inviabilizaram a participação do Hospital da Criança Pref. João Vargas de Oliveira, de Ponta Grossa (PR), no mutirão deste ano.

Além dos resultados do Hospital da Criança Conceição (HCC), de Porto Alegre (RS), e Hospital São José, de Criciúma (SC) (divulgados anteriormente), a CIPE também recebeu as notícias sobre as cirurgias realizadas nos três serviços do Rio de Janeiro (dois da capital e um de Petrópolis), na Santa Casa de Misericórdia, de Belém, e Hospital Regional Público do Araguaia, de Redenção, ambos no Pará; e Hospital Infantil Joana de Gusmão, de Florianópolis (SC).

 

Rio de Janeiro e Petrópolis (RJ)

No estado do Rio de Janeiro, 36 crianças foram atendidas durante o mutirão de cirurgias. Dessas, 11 foram operadas no Hospital Estadual da Criança (HEC), na capital fluminense, sete no Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG/UFRJ), também da capital, e 18 no Hospital Alcides Carneiro (HAC), de Petrópolis.

De acordo com notícias obtidas junto à Ciperj, no HAC, mais de 30 pessoas – entre cirurgiões, anestesiologistas, funcionários, técnicos de enfermagem e enfermeiros – estiveram envolvidas no mutirão. Além disso, na data, o serviço contou com a animação do grupo Amigos da Alegria e distribuição de lanches e brindes.
Santa Casa de Misericórdia – Belém (PA)

Uma equipe de oito cirurgiões da Santa Casa de Misericórdia de Belém (PA) se empenhou na realização do mutirão nacional da CIPE, ocorrido no dia 6 de maio: Drs. Carlos Alberto Paiva Rego, Emanuel Conceição Resque Oliveira, Juliana Maia Teixeira, Manuel Eduardo Amoras Gonçalves, Ronaldo José Alves da Silva, Suzanne Hernandes Maia, Thiago Said Daibes Pereira e Victor Nelson Pacheco Alcocer.

Conforme informado pelo Dr. Eduardo Amoras, “foram chamadas 24 crianças, entretanto, como quatro estavam gripadas, foram operaras 20“: 15 de hérnia inguinal, duas de hérnia umbilical, duas de hidrocele e uma de orquidopexia.

 

Hospital Regional Público do Araguaia (HPRA) – Redenção (PA)

O Hospital Público Regional do Araguaia (HPRA), que atende a 15 municípios do Sul do Pará, convocou 30 crianças da fila de espera, porém apenas 22 puderam ser operadas: três tiveram as cirurgias suspensas em virtude de infecção das vias aéreas e duas não compareceram na data.

O Dr. Ugo Bicego Queiroz, único cirurgião pediátrico do hospital, informou que foram realizadas postectomias e herniorrafias inguinal, umbilical e epigástrica: “Todas (as crianças) receberam alta no mesmo dia (cirurgias em leito-dia), sem nenhuma intercorrência nem cirúrgica, nem anestésica. Durante a espera as crianças foram atendidas por equipe multiprofissional, incluindo psicologia. As crianças operadas receberam medalha de honra ao mérito e certificado de bom comportamento.”

Este ano, as mães puderam assistir a vídeos de orientação sobre temas de saúde, como doação de sangue e cuidados de higiene, entre outros.

 

Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG) – Florianópolis (SC)

No Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG), foram operadas 21 crianças: 15 de hérnia inguinal, cinco de fimose (postectomia) e uma de hérnia umbilical.

O Dr. José Antônio de Souza informou que, além dele, também participaram do mutirão de 2017 os cirurgiões Johnny Grécia Camacho, Joyce Lisboa Freitas, Nyrla Yoshie Yano Gomes e Rafael Miranda Lima e Walberto de Azevedo Souza Jr.

A equipe cirúrgica também foi integrada pelos residentes Amanda Garcia Ferrari, Ana Carina Guirra, Bárbara Barbosa Jinkings, Danilo Fernandes Rebello, Janine Pricila S. Por. Costa e Taiala Sampaio Souza, e pelos anestesiologistas

Alexandre Buffon, Emilton Arena e Milena Barroso Rau, além de enfermeiras, técnicas de enfermagem e funcionárias da higienizado.

“Após o mutirão, houve uma feijoada em agradecimento pela colaboração dos participantes”, acrescentou o Dr. José Antônio.

 

Hospital da Criança Conceição (HCC) – Porto Alegre (RS)

No HCC de Porto Alegre as cirurgias foram antecipadas para o dia 4, pois no dia 6 – data oficial do mutirão – não haveria a possibilidade de realização dos procedimentos no serviço. De acordo com o Dr. João Vicente Bassols, presidente da CIPE e integrante do corpo cirúrgico do hospital, orquidopexia (fixação dos testículos nas paredes da bolsa escrotal) e retirada de hérnias inguinais foram efetuadas na data, num total de 10 cirurgias.

Cirurgiões pediátricos, anestesiologistas e equipes de apoio se dedicaram ao mutirão, parte dos quais fora de seu horário de plantão, com o intuito de apoiar a iniciativa e abreviar o tempo de espera para as cirurgias. “A ação pode antecipar em até seis meses a espera pelo procedimento cirúrgico”, informou o Dr. Bassols.

Depois do intervalo de um ano, o HCC voltou a participar desse esforço nacional da CIPE: sua última participação havia ocorrido em 2015.

 Orquidopexia e retirada de hérnias inguinais foram as cirurgias realizadas no mutirão.

 


Dr. Bassols ao lado do diretor técnico do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), Mauro Sparta.

 


Como nas edições anteriores, as cirurgias se realizaram sem intercorrências.

Fotos: Diogo Zanella e Divulgação/HCC

 

Hospital São José (HSJ) – Criciúma (SC)

Mais uma vez, o mutirão se desenvolveu tranquilamente no Hospital São José, de Criciúma (SC). No dia 6 de maio, 22 cirurgias – entre hernioplastia inguinal unilateral (9), postectomia (5), hernioplastia umbilical (2), orquidopexia unilateral (2), exérese de cisto dermoide (1), glossectomia parcial (1), correção de hipospadia em um tempo (1) e exérese de hemangioma (1) – foram realizadas na unidade, segundo relata o Dr. Christian Prado, cirurgião pediátrico e professor do Programa de Residência Médica em Cirurgia do hospital.

 

“Eu e meus colegas, Drs. Airton Varela Jr. e Rodrigo Demétrio estamos muito satisfeitos. Foram 22 pacientes operados das 7h da manhã até as 12h30, com segurança e todo o cuidado”, comenta, aproveitando para agradecer e parabenizar outros profissionais e alunos que também colaboraram para que o mutirão se viabilizasse: “A equipe de Anestesia do HSJ, a Liga Acadêmica de Cirurgia Pediátrica (Lacipe) da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), as equipes de enfermagem e de apoio estão de parabéns.

 


“Eu e meus colegas, Drs. Airton Varela Jr. e Rodrigo Demétrio estamos muito satisfeitos”, declarou o Dr. Christian Prado.

 

As equipes de anestesiologia, enfermagem e apoio e integrantes da Lacipe da Unesc também participaram do mutirão.

Fotos: Divulgação/HSJ

 

Confira a seguir a lista de serviços que aderiram ao mutirão deste ano:

Estado Serviço/Cidade
Bahia – H. da Criança (Obras Sociais de Irmã Dulce) – Salvador
– H. Municipal Albino Leitão – São Sebastião do Passé
Pará – Santa Casa de Misericórdia – Belém
– H. Regional Público do Araguaia – Redenção
Paraíba – H. Universitário Lauro Wanderley – João Pessoa
Paraná – H. de Clínicas da Univ. Federal do Paraná – Curitiba
Rio de Janeiro – H. Estadual da Criança – Rio de Janeiro
Inst. de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira (IPPMG/UFRJ) – Rio de Janeiro
– H. Alcides Carneiro – Petrópolis
Rio Grande do Sul – H. da Criança Conceição – Porto Alegre
– Hospital Escola da Universidade Federal – Pelotas
Santa Catarina – Hospital Infantil Joana de Gusmão – Florianópolis
– H. São José – Criciúma
São Paulo – Instituto da Criança (ICr/HC/FMUSP) – São Paulo
– Santa Casa de Misericórdia – Araras
Tocantins – Hospital Infantil Público – Palmas